A História do Craps

Tal como na maioria dos jogos de casino, a história do craps não é muito clara e existem poucas teorias que se concentrem nas origens do jogo. Os dados são as ferramentas de aposta mais antigas. De acordo com uma pesquisa elaborada por Scarne os jogos de dados podem até ser encontrados no mundo antigo.

Os imperadores Romanos, Nero, Calígula, Augusto, todos eram devotos de jogos com dados. Eles até tentavam fazer batota durante o jogo. O dado moderno em forma de cubo foi encontrado no Egito por volta de 600 a.c. Histórias da Índia antiga contam que guerreiros lançavam dados e perdiam fortunas.

Os Coreanos também são grandes fãs. Os índios Americanos também criavam dados para poderem jogar. Também se suspeita que os dados foram populares no mundo Árabe há muito tempo atrás.

Uma da teoria dis que nos tempos antigos se utilizavam ossos para decidir a vontade dos Deuses, e que mais tarde, essa forma de decidir aleatoriamente evoluiu para os jogos de dados. Por exemplo, alguns videntes em Cuba liam as conchas para ver a sorte. Antes de se tornarem ferramentas de apostas os dados eram utilizados por Shamãs.

Depois disso os dados sofreram uma longa evolução, tanto na forma, no tamanho e nas marcas. Os dados eram feitos de pedras, ossos, dentes de animais, madeira, e até mesmo sementes. Nas civilizações Gregas e Romanas os dados foram feitos dos materiais mais caros, como por exemplo, marfim, pedras preciosas e porcelana. O material para os dados de casinos modernos são simplesmente celulose, com cantos afiados como agulhas. A celulose é transparente.

Outra teoria diz que o jogo conseguiu as suas origens a partir de um jogo Árabe e que depois se espalhou para Inglaterra, América do Norte e França. Mesmo antes da idade média os Árabes jogavam e apostavam com pequenos cubos numerados denominados de “azzahr”.

Contudo, a história dos craps é um pouco mais curta. Tem apenas algumas centenas de anos. O predecessor direto dos crap moderno foi um jogo Inglês chamado de “Hazard”. Existem provas históricas de que o jogo foi jogado por soldados no século vinte durante a Terceira Cruzada.

Os Franceses adotaram o termo a partir do Inglês, mas os Ingleses chamaram o jogo de “Crabes”. No inicio do século XVII o jogo atravessou o Atlântico e chegou até à colónia Francesa de Acádia (Canadá).

No ano de 1755 os Franceses perderam a colónia de Acádia para os Ingleses que rapidamente voltaram a dar outro nome a essa colónia para Nova Escócia e baniram os Acadianos que falavam Francês, que depois migraram bastantes quilómetros para o Louisiana, onde passaram a ser chamados, e ainda são, de “Cajuns”. Aí eles desenvolveram uma língua denominada Francês de Louisiana. Eles ainda continuavam a jogar aos velhos jogos de dados, que perdeu o nome de “Hazard” e passou a ser chamado simplesmente de “crebs” ou “creps”, que era a escrita modificada do Francês “crabes”.

A história do craps tem as suas origens no jogo de cartas Hazard, que foi desenvolvido e promovido nos Estados Unidos no ano de 1813. Desde então têm havido muitas histórias sobre o craps, algumas dizem que as origens do jogo vêem do tempo das Cruzadas.

Por volta do ano de 1843, a palavra Cajun veio para o Inglês Americano, transformando-se na palavra Craps. Depois de as regras mudarem muitas vezes, novas variações do jogo apareceram que eram mais simples e rápidas do que o jogo original chamado de Hazard. Uma versão do jogo de mesa tornou-se especialmente popular nos estabelecimentos de jogo no final do século XIX. Nessa altura, nas mesas de casino, havia uma regra geral seguida pelos jogos, havia um vencedor, haviam apostas, entre outras coisas. Todas essas novas coisas chegaram aos estabelecimentos de jogo. Contudo, os jogadores poderiam aposta somente contra a casa.

Em algum ponto na história, John H. Winn revolucionou o jogo e fez com que os jogadores de crap pudessem apostar de forma certa ou errada. Ele melhorou o jogo de acordo, desenhando um espaço para as apostas. No ano de 1931 os jogos de casino são legalizados nos Estados Unidos, em particular no estado de Nevada. Por isso, o jogo de craps de casino (ao estilo de Las Vegas) tornou-se muito popular por todo o mundo.

Todos os historiadores parecem concordar com o ponto de que o craps foi levado para a América a partir da Europa no inicio do ano de 1700. O jogo foi jogado em barcos nos Estados Unidos da América e depois expandiu-se para além fronteiras à medida que o país crescia.

A versão moderna do jogo foi levada até Nova Orleães no século XX por Bernard Xavier, um conhecido político, um apostador e dono de muitas propriedades. A versão do jogo de Bernard incorporou algumas falhas. Essas falhas foram abordadas por John Winn que introduziu a opção de aposta “Não passar”. Esta é uma versão que ainda existe nos dias de hoje.

A palavra crap recebeu o seu nome a partir da palavra Francesa “crapaud”. A popularidade do jogo moderno vem da comunidade Afro-americana. O que não é surpresa dada a história do jogo de cartas da cultura Afro-americana. Foram também muitos outros jogos de cartas famosos tornando-se popular.

Regra geral existe dois tipos de jogos craps jogados hoje em dia: “Craps de rua” e “Craps de banca”. O craps de rua é jogado de uma forma informal. O sistema é simplificado, e alguém deverá cobrir a aposta para que o jogo continue. Já o jogo de craps de banca é jogado nos casinos online e físicos. O sistema de aposta é mais complicado e a casa cobre as apostas por isso os jogadores estão de fato a jogar contra a casa.

Foi no século XX em que o jogo de craps se tornou um jogo de cartas bastante importante para o estilo de vida Americano. O jogo é dividido em duas formas: versão casino e versão de rua. No ano de 1990 um casal no casino de Las Vegas começaram a experimentar uma versão simplificada na mesa de craps. Até ao dia de hoje, o jogo craps é um dos jogos mais populares

dos casinos. Repletos de apostadores e mesas agitadas e divertidas, por isso, tornou-se numa das maiores atração. É também um dos jogos mais popularizados na TV e na imprensa.

No século XXI os casinos online começaram a permitir que os jogadores jogassem craps online de forma gratuita ou a dinheiro real. Isto ajudou os jogadores de craps a aprenderem as regras do jogo sem terem necessariamente que apostar o seu dinheiro. O que também contribuem para a explosão na popularidade dos torneios de craps e nos torneios freeroll. Até ao dia de hoje, o craps online continua a ser um dos jogos de casinos mais populares e irá continuar a sê-lo durante os próximos anos.