Tribunal de Arizona Não Irá Ajudar a Ganhar Perdas de Jogo

Jogos de CasinoNa Quinta, dia 22 de Maio, o Tribunal de Apelações do estado de Arizona rejeitou a tentativa de Jerry Hannosh de processar os operadores de um website de jogo de casino ilegal e em regime off-shore, tentando processando o tribunal por pelo menos 800.000 dólares de perdas. O Juiz Meritíssimo Maurice Portley disse que as leis relativas a esse tipo de crime no estado de Arizona não se aplicam ao caso de Hannosh.

Ele explicou que as perdas no jogo não constituem o tipo de crime que as leis do estado de Arizona cobrem. Hannosh sabia no que se estão a meter, incluindo o fato de o website ficar com 10% de tudo o que ele tinha ganho. O juiz escreveu “jogar online de forma voluntária é tomar riscos. Se escolherem a equipa certa e as taxas certas ganham dinheiro, se escolherem a equipa errada, perdem dinheiro e ficam a dever as somas, Hannosh, enquanto jogador, teve o que ele queria: uma oportunidade para ganhar. ”

A Reclamação de Hannosh

Hannosh baseou a sua reclamação na Lei para o Crime Organizado, Fraude e Atos de Terrorismo de Arizona, também conhecido como o Estatuto RICO. Este estatuto cobre qualquer ato do qual a punição pode ser um ano ou mais de prisão e que inclui especificamente o jogo ilegal.

Este estatuto também indica que qualquer pessoa que tenha uma razão válida para afirmar que sofreu um prejuízo, pessoal ou de negócio devido a ações ilegais, poderá e terá o direito de procurar reaver o seu dinheiro.

O Juíz Portley continuou a informar que esse tipo de crime não se inclui na previsão de recuperação de perdas ao abrigo do programa estatal RICO. Já que o jogador a participar no jogo online concordou em conhecer a possibilidade de poder ganhar ou perder, como tal, o jogador, Hannosh, decidiu assumir voluntariamente o risco. E, como tal, não poderá reaver as suas perdas ao abrigo do sistema legal do Arizona e em especial ao abrigo da reclamação da lei RICO.

 

 

Comments are closed.